Kensington Palace

março 31, 2012 Helô Righetto 3 Comentários

Aproveitamos a visita relâmpago de uma amiga para visitar o Kensignton Palace (onde morou a Princesa Diana e onde vão morar William e Kate ano que vem), que passou por uma mega master reforma e reabriu para o público semana passada. Achei bacana ir até lá e tal, até porque não conhecia (não tinha nem passado na frente), mas fiquei (aliás, ficamos: nem eu, nem minha amiga, nem o Martin, nem a Marina gostaram) decepcionada com as exposições.

Ok, ok, tudo muito bonito, uma cenografia super detalhada, uma coisa assim meio conto de fadas dark, mas conteúdo que é bom, nada. Ficamos sem entender o porquê de muita coisa, a sinalização era péssima (são 4 exposições rolando ao mesmo tempo) e o fluxo da visitação é muito mal feito: você volta pelo mesmo caminho que vai, esbarra em meio mundo, bem confuso.

Achei que eles quiseram fazer algo diferente do que geralmente encontramos em um palácio, mas a ideia é boa apenas na teoria. Faltou uma curadoria ali pra dar suporte ao visual.

Enfim, tirei fotos com o celular usando os efeitos do Camera360, pra dar mais ar de faz de conta.




Mas a conclusão é: não é uma atração imperdível, principalmente se você está aqui de turismo. De preferência a outros palácios, outros castelos, outros museus (mas pra quem mesmo assim quiser visitar, compre online no site do palácio, custa £14).

3 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Só é primavera quando...

março 28, 2012 Helô Righetto 4 Comentários

...a gente toma o primeiro copo de Pimm's do ano!


Plena quarta feira gente, não tomei as duas não : ) Uma amigona está fazendo uma passagem relâmpago por aqui e foi brindar a primavera comigo!

Ótimo jeito de fechar um dia bom, com muitas novidades no trabalho (pois é, quem diria, acho que o big boss leu aquele meu post do corporativismo, lembram?), estou feliz, motivada e animada com as mudanças que virão! Acho que finalmente decidi (até eu mudar de ideia semana que vem) o que faço da minha carreira.

Cheers!

4 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Exposição: David Hockney - A Bigger Picture

março 26, 2012 Helô Righetto 8 Comentários

Semana passada, na sexta feira, finalmente fui na exposição do David Hockney, que acontece até o dia 9 de abril na Royal Academy of Arts (o mesmo museu da expo do Degas).  Hockney é um dos mais importantes artistas britânicos, e muita gente acha que ele é americano devido ao tempo que ele morou na Califórnia e toda sua produção feita lá. Aposto que quando se fala de David Hockney o que vem a cabeça é o famoso quadro "A Bigger Splash", e o contraste desse estilo com as obras que estão expostas na Royal Academy é gritante.

A exposição é baseada no retorno do artista a Inglaterra - em 2005 ele se mudou para uma cidade no condado de Yorkshire, norte do país, onde nasceu. As paisagens da região, assim como a mudança das estações, foram a inspiração para esse trabalhos. O resultado, desculpem-me o clichê, é uma explosão de cor, são telas imensas, hipnotizantes, que retratam perfeitamente o "countryside" inglês.

David Hockney trabalhando in loco em Yorkshire - gênio
Eu já tinha visto várias imagens e lido muito a respeito, mas o impacto ainda assim foi grande. As pinturas são muito expressivas, e as vezes você se sente dentro delas, graças a perspectiva que Hockney escolheu. As fotos divulgadas na imprensa deixam a desejar, e você só se dá conta disso quando vê as telas ao vivo.

Winter Timber, 2009, óleo sobre 15 telas, 2,74 x 6,09 m 
A exposição é imensa, e cada sala tem uma temática. Logo na entrada, por exemplo, estão 4 telas que representam o mesmo lugar nas 4 estações do ano. A partir daí já dá pra ter uma ideia do que vem pela frente, mas nunca fica repetitivo. Além das gigantescas telas pintadas em óleo, há também uma série de dezenas de aquarelas sobre papel.

David Hockney em frente a uma das telas na exposição
Minha parte preferida foram os desenhos feito no iPad, e impressos em papel no tamanho 1,08 x 1,44m. São 51  no total, todos entitulados "The Arrival of Spring in Woldgate, East Yorkshire in 2011". Ele produziu essa colecao entre os dias 1 de janeiro e 2 de junho de 2011, então dá pra perceber direitinho as nuances do clima. Como eles estavam arranjados na sala em ordem cronólogica, você conseguia ver perfeitamente a mudança. É difícil acreditar que alguns críticos (claro, bando de chatos) repudiaram essa série. São lindos e mostram como o artista incorporou essa nova tecnologia no seu trabalho. Um cara com um portfólio desses, uma bagagem artística impressionante, parte viva da história da arte, ter a qualidade de seu trabalho questionada? Ah, para né?

Alguns dos desenhos feitos no iPad - tirei foto do catálogo
Então, pra quem mora aqui, ache uma brecha na sua agenda até o dia 9 de abril e vá, isso é uma ordem!! Não há mais como comprar com antecedência, é preciso enfrentar a fila, como eu e a Fê fizemos - 2 horas e meia. O valor do ingresso é £14.


8 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Semana em imagens

março 25, 2012 Helô Righetto 0 Comentários

A semana começou a ficar boa na terça feira: festinha no trabalho pra comemorar a mudança de mesa, com direito a bolo caprichadíssimo feito pelo Martin!

Manhã mais primaveril, impossível. Esperando o trem para o trabalho.
                 

E a sexta feira off foi cultural: finalmente fui ver a expo do David Hockney - assunto do próximo post.

0 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Mapa mundi em aquarela

março 21, 2012 Helô Righetto 4 Comentários

Adorei essa descoberta de uma amiga aqui do trabalho, o mapa mundi em aquarela. É lindo e super bem feito, dá para achar sua cidade, o zoom funciona bem e define ruas principais, rios, parques, etc.


 Pra dar aquela procrastinada básica no trabalho!

4 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Dica do Blogger - respondendo comentários

março 20, 2012 Helô Righetto 4 Comentários

Eu sei que o pessoal que usa o Wordpress como plataforma para o blog vai cair matando, mas honestamente acho o Blogger muito melhor: a interface é mais simples e mais fácil, e ultimamente eles melhoraram bastante e aumentaram as possibilidades de layout, configurações, etc.

Mas tinha uma coisa no Wordpress que até pouco tempo não tinha por aqui: a possibilidade de responder comentários sem acrescentar um comentário novo. Até que vi no blog da Mônica exatamente que eu queria e ela me mostrou o caminho das pedras!

É só clicar nesse link e seguir as facílimas instruções. Mesmo quem não sabe uma palavra de inglês consegue tirar de letra, já que a posição dos controles é a mesma, seja no idioma que for.

Boa, Blogger! Agora só falta acrescentar o identificador de IP!

4 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Semana em imagens

março 18, 2012 Helô Righetto 1 Comentários

Gostei da ideia de tirar algumas fotos ao longo da semana e colocar aqui no domingão (a Mônica ja vem fazendo isso há um tempo, assim como a Anathalia). Boa maneira de fechar a semana que passou e se preparar para a próxima. Também aproveitei para fuçar os filtros do aplicativo de fotos que baixei no meu celular, o Camera360.

Improvisando um vaso com a chaleira, arrumando a varanda e cadeiras de jantar novas!

Estamos mudando de lugar no escritório, então na quinta feira tive que deixar tudo arrumado e empacotado pra mudança ser feita no sábado. Uma fotinho da mesa vazia!
Adoro passar em frente a essa casa aqui no meu bairro: o tronco da árvore está entrelaçado nas varandas.

Fechando a semana comemorando o primeiro ano do Liam, nosso vizinho e sobrinho postiço, o inglesinho mais lindo que existe!
  

1 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Disgracebook

março 14, 2012 Helô Righetto 11 Comentários

Estou aqui tentando pensar em mil maneiras de explicar educadamente meu crescente descontentamento com o Facebook, mas me convenci de que reclamacao das boas vem acompanhada de certa amargura.

Como disse minha amiga Nadja no twitter dia desses, o Facebook transformou-se na vitrine da chatice alheia. Achei uma ótima definicao, já que todo mundo posta suas bobagens achando o máximo, ao mesmo tempo que quem está lendo acha a coisa mais cafona do mundo.

Ensaios fotográficos de grávidas e bebes sao os hors concours, mas ultrassonografias e citacoes insuportáveis acompanhadas de foto montagens toscas também ganham mencao honrosa. Mais recentemente, as imagens com dizeres e o meme "se voce concorda, copie e cole no seu mural" conseguiram me tirar do sério. Claro, eu reclamo. Já tenho fama de chata mesmo, a essa altura do campeonato nem me importo mais.

Eu sei, eu sei que eu nao sou obrigada a ter conta no Facebook muito menos ler o que os amigos disponibilizam, mas é mais forte do que eu. É que nem blog de moda, vou lá ler pra alimentar minha raiva. E claro, uso o site como meio de comunicacao, por lá mantenho contato com muita gente bacana.

Mas é assim: encheu meu saco, eu reclamo. Afinal, cada um posta o que acha razoável.




11 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Leitura: A Rosa de Sarajevo, Margaret Mazzantini

março 11, 2012 Helô Righetto 3 Comentários

Demorei demais pra ler esse livro, apesar de ser fácil de ler. Pensei em desistir várias vezes, mas aí já estava na metade e pensava "não pode ficar pior". Pois é, não gostei.

A personagem principal me deprimiu. E acho que não era esse o objetivo da autora. O sofrimento e obsessão da italiana Gemma não conversaram comigo, e todos os seus dramas não me emocionaram. Sabe quando é pra ser um troço intenso, profundo? Não rolou pra mim.

A história é basicamente o retorno de Gemma a Sarajevo, onde ela conheceu seu grande amor, Diego (ambos italianos). Ela volta pra lá 16 anos depois, com o filho adolescente. Parte da história se passa durante a guerra da Bósnia, o que salva parte da leitura. Mas só.

Fica por isso. Não gostei e ponto, mas pelo que sei é uma história que comoveu muita gente (o livro até ganhou prêmio).

Vou logo começar o próximo, já escolhido, que parece mais animadinho.


3 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Lago Ness

março 08, 2012 Helô Righetto 6 Comentários

Não vimos os monstro. Mas que ele (aliás, ela, segundo os locais) existe, existe.




tia Marina ensina como usar seu lenço



De quebra ainda visitamos as ruínas do Urquhart Castle, que tem uma vista privilegiada do lago. Achei que valeu a pena, é super bonito e cheio de história.









6 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Nas "Casas" de março

março 06, 2012 Helô Righetto 2 Comentários

A colaboracao com a Casa Claudia já acontece há algum tempo, mas é sempre especialíssima. Afinal, é a Casa Claudia, e ponto. E ainda esse mes, quando faco minha estreia na versao impressa da Casa Vogue. É a Casa Vogue, e ponto! #mamaeorgulhosa

prometo que paro com os posts se achentos por agora!


Em tempo:
Na Casa Claudia - relato conciso da feira Maison&Objet
Na Casa Vogue - texto sobre o recém inaugurado hotel Le Berger, em Bruxelas

2 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Inverness

março 05, 2012 Helô Righetto 8 Comentários

A ideia para o fim de semana prolongado do quarteto em Inverness surgiu durante nossa ida a Liverpool. Fechamos tudo há um tempão, e finalmente chegou o dia! Então na sexta feira lá fomos os 4 colocar nossos pézinhos pela primeira vez na Escócia.


View Larger Map

Apesar da cidade servir para muitos como ponto de partida para explorar toda a região de Highlands, preferimos não fazer muita coisa além do passeio imperdível ao Lago Ness. E a cidade não decepciona: é pequena, mas é linda. Uma ótima primeira impressão da Escócia, que apesar de estar logo ali acabava ficando para segundo plano nos nossos planejamentos de viagem. Mas não mais!

Paisagens de tirar o fôlego, boa comida, gente simpática. Não precisamos mais!

Antes de seguir com o post e ver as fotos, aperte o play para uma verdadeira experiência escocesa!














Ps.: apesar de ser tentador fazer piadinha com o nome da cidade, Inverness nada tem a ver com inverno. Inverness vem do nome gaélico Ibhnir Nis, ou "Boca do Ness", sendo Ness o rio que corta a cidade. Atenção, não confunda com Rio Ness com o Lago Ness, onde mora o monstro, que aliás será tema do próximo post!

8 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta

Falta assunto mas nao falta merchan

março 01, 2012 Helô Righetto 4 Comentários

Pois é. Fazendo meu próprio jabá. Porque peao que é peao reclama pra caramba do tanto que trabalha mas gosta de se exibir também.

Vamos lá entao:

Cobertura completíssima e detalhada da feira IMM, de Colonia - clique aqui e vá para a página 120

E o melhor da feira de Colonia e também da de Paris (Maison&Objet) - clique aqui e vá para a página 60


A matéria abaixo já é mais antiguinha - mas só agora a versao online foi disponibilizada (a versao impressa circula em Ribeirao Preto). O tema é arquitetura democrática, mais precisamente sobre o evento Open House que rola aqui em Londres. O mérito desse texto é da Débora, que convidei para ser minha eventual colaboradora! Depois dessa matéria (que foi a primeira dela, parabéns!), ela ja me ajudou em outras - foi ótimo poder contar com alguém, quase tive um colapso nos útlimos dois meses de tanta coisa que tinha pra fazer.

Entao clique aqui e vá para a página 47 prestigiar a primeira matéria publicada da Débora!

E um segundo texto meu, na mesma revista. Na página  57.

E né, voces já notaram que tem um link permanente para os textos no site da Casa Vogue, lá em cima? Como é algo que rola com muita frequencia, achei bacana deixar lá, para quem gosta de ler.

Marco também será um mes cheio de reportagens publicadas, inclusive em revistas impressas. Aviso quando sair!

4 comentários:

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta