O mercado de trabalho para os criativos em Londres

outubro 24, 2014 Helô Righetto 27 Comentários


*****ATUALIZAÇÃO 10/04/17**********
Esse post foi originalmente publicado em 2014 e é um dos mais acessados desse blog. Consequentemente, é um dos que mais recebe comentários. Os comentários geralmente são perguntas sobre a situação pessoal de cada pessoa, e há pouco que posso acrescentar (muitas vezes nada) além do que já escrevi aqui. Peço que por favor leiam o post com calma e leia também os comentários, pois sua dúvida  já pode ter sido respondida. E respostas para algumas perguntas frequentes:

1. Eu não sei nada sobre visto de trabalho. Consulte o site https://www.gov.uk/government/organisations/home-office para toda e qualquer informação sobre visto.
2. Eu não sei se você pode trabalhar caso venha pra cá com visto de estudante. Consulte o site indicado acima
3. Não sei como está o mercado na sua área específica, por favor leia o post novamente
4. Não sei como está o mercado em outras cidades da Europa
5. Sobre validação de diploma de arquitetura, consulte o site https://www.architecture.com/RIBA/Home.aspx para encontrar esse tipo de informação
***************************************

Nos meus três primeiros anos em Londres, volta e meia recebia emails de pessoas interessadas em saber como era trabalhar na indústria criativa por aqui. E não eram apenas pessoas com a mesma formação que eu (Design de Produto), mas de várias outras áreas criativas, como moda, interiores e arquitetura.

Fazia tempo que eu não recebia mensagens assim, até que mês passado chegaram vários emails sobre o mesmo assunto: como eu faço pra trabalhar no que você trabalha? O que eu preciso fazer para trabalhar com design/arquitetura/moda em Londres?

Então fica aqui o post pra servir de referência pra quem tem esse tipo de dúdida e não sabe por onde começar a pesquisar. Claro que cada caso é um caso, e as perguntas específicas eu tenho o maior prazer em responder. Esse é um panorama geral, e quem sabe pode ajudar quem está confuso ou não sabe como dar os primeiros passos.

Nos últimos anos, a oferta de trabalho para designers e arquitetos aumentou bastante, mas ao mesmo tempo não ficou mais fácil arrumar emprego. Muita gente boa, do mundo inteiro, vem pra Londres com o mesmo objetivo. A competição é acirrada. 

E lembre-se de que aqui (acredito que na Europa como um todo) é muito mais comum fazer faculdade de moda/design do que no Brasil. Isso porque existem cursos específicos. No Brasil a gente se forma em Design Gráfico ou Design de Produto. Aqui, é possível passar 3 anos estudando áreas como Design de Superfície, Design de Estampas, Design de Transporte, Design de Móveis. Ou seja, mais opções, mais gente cursando. 

Se você está mesmo considerando vir para Londres com a intenção de arrumar um trabalho criativo, considere expandir seus horizontes. Pode soar vago, mas se alguém tivesse me falado isso antes de eu me mudar teria me poupado alguns meses de frustrações e questionamentos. Precisei bater muito a cabeça antes de perceber que poderia fazer outra coisa relacionada com design que não necessariamente desenhar. 

Você estudou Design de Interiores? Pense em trabalhar com styling para produções de revistas de decoração e catálogos de empresas de móveis e accessórios. Estudou moda? Considere começar a sua carreira em uma agência de relações públicas. Estudou arquitetura? Pesquise vagas na área de projetos de interiores para varejo. 

Outra coisa importante: coloque o fato de ser estrangeiro a seu favor. Parece óbvio, mas a gente se sente intimidado quando chega aqui, é tudo tão novo e as coisas acontecem tão rápido que a impressão é de que sempre estamos perdendo alguma coisa, e quem é local sabe mais que a gente. Mas sabe o que aprendi trabalhando aqui? Que não ser daqui é uma das maiores vantagens que tenho em relação aos 'concorrentes' locais. Seu conhecimento de mercado de outro país, seu background cultural é muito bem visto no meio criativo. 

Por fim, explore Londres. Andar de exposição em exposição, evento em evento, palestra em palestra foi o que me ajudou a espantar o desânimo que batia nos meus primeiros meses procurando emprego. Todo dia tem alguma coisa pra fazer, e aos poucos você começará a reconhecer nomes (de pessoas e empresas) e entender como funciona sua área. Foi uma exposição sobre o Le Corbusier no Barbican (que visitei em um dia que estava particularmente desanimada, me lembro muito bem) que rendeu a minha primeira matéria publicada. E dessa para todas as outras, em uma série de sites e revistas, acabou sendo mais rápido do que eu imaginava.

Acho que é isso. Vou pedir ajuda dos universitários: compartilhe sua experiência nos comentários!

*****

Alguns sites bons para pesquisar vagas:

27 comentários:

  1. Fiquei traumatizada com o Barbican, gente!!! Mas ao mesmo tempo, adorei toda a estrutura do centro. Morei dois mesinhos em Londres e fiquei apaixonada, acho que dava tudo para voltar para lá. Mas o meu trabalho tem a ver com sapatos (sou team Design de Produto mas especializei-me em Design de Calçado) e não sei se Londres terá um bom mercado para isso, ainda que sendo uma das capitais da moda. Tem alguma noção disso Helô?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sara! Realmente sua área ja é fora da minha especialidade, e não sei dizer como anda o mercado....

      Excluir
    2. É, eu entendo, não é fácil. Até porque, na verdade, eu estou numa "zona" com um bom mercado de trabalho...mas realmente fiquei apaixonada por Londres, não tem jeito.

      Excluir
  2. Apenas olhando de longe as pessoas que querem dar voos mais altos que eu. O bom é que não tenho planos de ir além do Brasil mesmo. Fico feliz por quem sai daqui e começa a fazer um nome lá fora. Isso é ótimo. Dá um orgulhinho interno, sei lá. [p.s.não tenho experiência pra compartilhar,sorry. rs] . .- @ Emilie

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante e útil o seu texto. Uma das coisas mais bacanas que já li sobre o mercado de trabalho ai, principalmente aqui no seu blog, é o intercâmbio entre áreas . Muito bom isso

    ResponderExcluir
  4. Oi sou Bianca,tenho 15 anos e estou morando em Londres.Gostaria de perguntar a voce sobre o mercado de trabalho no curso de arquitetura em Londres e no Brasil.Pois penso em voltar depois da minha formacao,voce acha que ainda eh um mercado muito fechado no Brasil?Paga bem?As chances de ter um bom emprego sao muito dificeis?Nao tenho certeza do que de fato eu quero,mas tenho um grande interesse e afinidade com arquitetura.Desde ja muito obrigada,adorei o teu blog!Muito bom e nos da muitas informacoes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bianca. Eu moro em Londres ha 6 anos, entao nao tenho a menor ideia de como está o mercado de trabalho no Brasil, ainda mais para arquitetura, que não e a minha area! mas nao, nao paga bem.comparando com profissoes tradicoes, tipo direito e administracao, as profissoes criativas ganham muito mal, em qqer lugar do mundo. claro q existem exceções, mas no geral é isso. nao sei quais sao as chances de um bom emprego, nao sei mesmo. tbem nao sei como é aqui em londres, so sei o panorama geral do mercado criativo. pq vc nao procura associacoes de arquitetos tanto em londres como no brasil? eles podem de informar melhor.

      Excluir
    2. Oi, Bianca. Estou formando em Arquitetura no Brasil, e a sua pergunta é relativa.
      Para mim o valor que o arquiteto ganha, atinge minhas expectativas e acho que sim, ganha bem ! Mas ganhas bem é, relativo. Se gostar da profissão e se dedicar, será uma ótima profissional, e consequentemente irá se destacar no mercado.
      O curso é uma delícia.

      Beijos Juliana

      Excluir
  5. Olá! Tudo bem? Sou recem-formado em Design Gráfico e tenho um amigo Londrino que todo ano insiste para eu visita-lo e tentar arranjar um emprego por aí. Eu já fiz inúmeras perguntas a ele sobre oportunidade de emprego e ele me disse que existem das mais variadas.
    Meu inglês é médio mas posso aperfeiçoa-lo, já que não o pratico muito aqui no Brasil.
    Você pode me dar uma orientação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vagner, a primeira questao é: como é a sua situacao com visto? aconselho primeiro q ver as suas possibilidades! de repente vc pode vir por 6 meses pra fazer curso intensivo de ingles e aí vc olha com seus proprios olhos a situacao e faz uma decisao mais acertada!

      Excluir
  6. Olá poderia me passar seu email estou indo para Londres em breve queria tirar algumas dúvidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu email está aí ao lado, na coluna da direita! abaixo da minha foto tem um texto e o email no fim

      Excluir
  7. Oi... Estou indo morar em londres em dezembro. Sou arquiteta formada pela PUCRS en 2010,então alguns anos de experiência. Como foi o reconhecimento da sua formação em Londres? Teve que fazer alguma prova? - teve que fazer IELT?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi - nao, eu nao precisei regulamentar, mas eu estudei Design, e nao arquitetura. Arquitetura é completamente diferente. IELTS nao tem a ver com procura de emprego.

      Excluir
  8. Anônimo10:39 AM

    Ola Helo, eu vivo em Londres e spu design de Interiores, fiz o couso em Portugal, o couso de decoradora de interiores. Agora nao sei como fazer para trabalhar nessa area, Poderai me dar uma dicas? Muito Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! eu não tenho muito mais dicas além dessas do post... já nao estou trabalhando nessa área tem um tempinho! olha o linkedin, o dezeenjobs... procura grupos no linkedin!

      Excluir
  9. Olá Helô! Adorei sua matéria.
    Trabalho com design para publicidade e propaganda e branding aqui no Brasil, fui 2 vezes para Londres e fico sempre deslumbrado com tudo que vejo a respeito de comunicação aí. Tenho um grande sonho de trabalhar nessa cidade maravilhosa que Londres é, sei que é quase impossível, mas a gente tem que acreditar né. Um dia eu chego aí! Se tiver alguma dica de como procurar empregos para eu chegar aí já empregado, seria um grande favor. Muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Matheus! obrigada. Bom, chegar aqui empregado é BEM difícil. O que é mais comum é a pessoa ser transferida dentro da empresa mesmo, e por isso vir morar aqui (ou qqer outro país). O que pode acontecer é vc chegar com boas referencias, ja conhecendo gente, talvez com algumas entrevistas alinhadas. Para isso, vc tem q atualizar seu linkedin em ingles, tem q fazer contatos, tem q estar mega preparado. Espalhe pro mundo q vc quer se mudar. entre em contato com gente aqui da sua área, q eles te falarao como é o mercado. tem q pesquisar muito, muito mesmo.

      Excluir
  10. Ola , tudo bem ? sou formada em Artes Visuais e estou querendo fazer um curso de design ai em Londres , o que você indica ? qual melhor escola para esses cursos . Grata !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi - procura os cursos da central st martins

      Excluir
  11. Gabriela2:11 AM

    Boa noite Helô, vou me formar em Arquitetura e Urbanismo aqui no Brasil no ano que vem, para mim trabalhar nessa área em Londres ou em outro pais da Europa eu preciso ter alguma graduação ai? Porque não tenho nacionalidade de nenhum pais da Europa.
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom, tem dois problemas diferentes aí: primeiro, vc precisa de um visto, e cada país tem suas regras em relação a vistos de trabalho. segundo, pelo menos aqui no reino unido, a sua graduação precisa ser validada, afinal as regras de construcão são diferentes aqui, as leis são diferentes. então arquitetura é uma ds profissoes mais problematicas para conseguir emprego com um diploma de outro país, como é com Direito e Medicina. vc ate poderia conseguir trabalho, mas tera varias limitacoes. nao pode ser responsavel por uma obra, por exemplo. aconselho olhar o site do RIBA, que é o orgao q regulamenta a profissao de arquiteto no reino unido, para mais informacoes. E, sobre visto, aconselho olhar o site do Home Office.

      Excluir
  12. Oi Helô, tudo bem?
    Sou formado em Artes Cênicas e trabalho aqui no Brasil com maquiagem e figurino. Você tem alguma informação sobre essa área? Tem alguma indicação de algum curso de especialização por Londres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rodrigo, tudo bem e vc? Poxa, infelizmente dessa área eu não sei absolutamente nada, nada mesmo! dá uma olhada na University of the arts, deve ter algum curso relacionado com esse mercado!

      Excluir
  13. Boa noite, Helô. Sou estudante de Design Gráfico do IFPE, gostei muito do seu post mas gostaria da sua opinião sobre o mercado de trabalho para o designer no exterior em geral, não apenas sobre Londres.
    Estou escrevendo uma matéria sobre esse assunto para uma revista acadêmica sua opinião seria de grande ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro. Eu não tenho como te responder isso, afinal eu moro em Londres, nunca procurei emprego em outras cidades na Europa, então não tenho ideia. Não posso dar esse panorama geral pois cada cidade tem uma aceitação e um mercado distinto.

      Excluir
  14. Amiga, você simplesmente tirou todas as dúvidas possíveis e imagináveis que alguém poderia ter sobre o assunto.

    Parabéns pelo artigo e parabéns pelo seu trabalho.

    Você é mara!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta