Como assim, fim? E eu, E EEEEEEEEEU???

março 22, 2011 Helô Righetto 17 Comentários

Hoje rolou assunto polêmico no twitter. Polêmico para nós, blogueiros e blogueiras, esses viciados em internet que escrevem um monte de besteira e ainda querem que os outros leiam : )

A história resumida é a seguinte: uma blogueira popular (pra mim, quem recebe mais de 15, 20 comentários por post é popular) deu fim ao seu blog, mas seu post final deu margem a várias interpretações. Ao escrever "toda história tem um fim, até as mais bonitas", ela deixou muitos de seus leitores pensando que o que tinha acabado era o casamento (o blog não era necessariamente sobre o casamento, mas a história de amor do casal estava ali postada e foi um dos motivos pelo qual ela começou a escrever). Pra piorar, ela também deletou sua conta no twitter. O resultado foi mais de uma centena de comentários de leitores preocupados querendo saber exatamente o que tinha acontecido.

Acho que a blogueira não esperava tamanha comoção e respondeu nos comentários que ninguém se preocupasse - ela simplesmente não estava mais afim de escrever.

Isso gerou ainda mais polêmica, pois muita gente genuinamente achou que algo horrível tinha acontecido, e estavam cobrando dela uma certa compaixão. Enfim, ela escreveu de novo, rebatendo as críticas, e é claro, gerando ainda mais comoção, mas dessa vez em também alguns protestos.

Não dá pra falar quem tá certo ou quem tá errado nessa história. Fato é que nada justifica alguns comentários agressivos. Mas também é fato que nós somos muito passionais, e, a partir do momento que a vida alheia está ali exposta, a gente se sente próximo, quer saber, quer ser amigo, quer explicação.

Acho que como sou blogueira há uns 8 anos (passei por outros endereços antes desse aqui) e leitora há uns 10, consigo entender bem os dois lados. A gente cria mesmo esses laços, e acho que os leitores merecem sim atenção. Ou seja, mais do que um post que diz "FIM". Afinal, são os eles que perdem seu precioso tempo pra entrar aqui e fazer o contador marcar mais uma visita.

Mas olha, fiquei com invejinha, será que eu receberia centenas de comentários se terminasse com esse bloguito?

A foto abaixo não tem nada a ver com nada. Apenas uma foto que eu tirei brincando com a minha máquina e queria usar de alguma forma!

17 comentários:

  1. Acho que essa é a deixa para me apresentar: olá, sou a Maariah e escrevo de Portugal. Acompanho o teu blog há muito tempo, este e o outro. Não tenho por hábito comentar e sei que não é muito correcto. Quer dizer, partilhas aqui algumas coisas da tua vida, lemos um dia e depois outro e vai realmente tornando-se um hábito e muitas vezes podemos pensar que estamos próximos dessa pessoa. Mas está errado, eu acho. Eu, por exemplo, venho aqui todos os dias e se o teu blog terminasse eu iria sentir falta. Mas nunca poderia pedir explicações, pensando ao contrário eu nunca dei nada em troca, não sabes quem eu sou, nunca comentei, troquei ideias contigo, logo isso limita-me a exigir uma explicação para o que quer que seja. Um blog é na minha opinião um espaço pessoal, pelo menos a maior parte deles é. Fico triste, claro que sim, quando os blogs terminam, com ou sem explicação, ou quando os privatizam.

    Mas Hêlo ( íntima, eu sei ...) resolvi deixar um olá. Mais vezes pensei em comentar e nada. Sei que o comentário vai longo mas só mais uma coisinha: obrigada pela dica do livro "Mornings in Jenin", interessa-me os assuntos relacionados com o médio Oriente e em Outubro, quando estive em Londres, comprei o livro que já li.

    Obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  2. Existem blogs e blogs... Se fosse o fim de um blog mais impessoal, como moda, por exemplo, provavelmente eu não sentiria falta e nem me preocuparia em ver a continuação...
    Mas quando se trata de um blog com um lado bem mais pessoal, onde se partilha uma boa parte das nossas agonias, felicidades e trsitezas, eu acredito que vai se criando uma certa cumplicidade... Mesmo que seja de apenas um dos lados. Eh como ler um livro e de repente o mesmo acaba e a gente não sabe se o casal viveu "felizes para sempre", se u personagem morreu, a gente não sabe nada... essa angustia do não saber!!!

    ResponderExcluir
  3. Ah, tbm fiquei triste pelo fim desse blog...
    E fui uma das que fez poucos comentarios qd ela postava e que já escrevi DUAS vezes nesse ultimo post!!! hahaha!
    Enfim... leio o seu blog, e resolvi deixar aqui, antes tarde do que nunca, o meu comentario!!
    Hehe!!
    E sim, me sinto amiga de todo mundo que leio... hehehe!!

    ResponderExcluir
  4. Com certezaaa eu protestaria se vc terminasse com o blog!!!

    ResponderExcluir
  5. Como eu estou em uma fase de limbo bloguístico, minha opinião acaba sendo completamente "biased".
    Eu sou pelo direito de qq um acabar com o blog na hora que bem entender e do jeito que bem entender. Mas entendo que, em alguns casos, como leitor, é difícil digerir a novidade sem maiores explicações.
    Por outro lado, muitas vezes a explicação pelo fim do blog é algo corriqueiro (não quero + escrever, não sei + o que escrever, cansei de blogar, me enchi do blog, etc etc) e nem tem como ficar criando posts enormes, discutindo o assunto.
    Enfim, no final acho que o ideal seria acabar com o blog de maneira clara, com uma explicação básica. Mas sou contra ter que inventar uma puta estória cheia de detalhes só para satisfazer alguns leitores.
    Faz sentido?! hehehehe

    ResponderExcluir
  6. posso confessar? sou super frustrada pq meu blog tem um númer de acessos razoável para uma zé ninguém como eu, mas meus leitores são tímidos e ninguém deixa comentário hahahaha

    enfim, a gente fica amiga dos blogs mesmo. pq eles começam a fazer parte da nossa vida...é assim...

    ResponderExcluir
  7. Anônimo6:30 PM

    Alessandra

    Antes de mais nada obrigada pelas informações que me deu sobre os ingressos para as Olimpiadas.

    Eu também lia esse blog que vc mencionou e acabei pensando que tivesse sido o fim do casamento. Acho que a frase foi bem impactante, poderia ter colocado somente blog deletado e a galera também não precisava pegar tão pesado.

    Bjuxxx

    ResponderExcluir
  8. Dahiane7:39 PM

    Tbm fui pega de surpresa com o fim do blog... eu havia começado a acompanhá-lo a pouquissimo tempo (acho que menos de 1 mês antes do "fim")... e como a maioria dos leitores tbm fiquem sem entender a tal frase. Mas como eu era uma "leitora novata" fiquei ainda mais sem entender e neste caso não me pronunciei através de comentários. Mas é bem isso o que vc falou, esse contato virtual aproxima as pessoas e cria elos. Acho que ela poderia ter sido um pouco mais clara, afinal até eu que era novata pensei que algo ruim tivesse acontecido... fico imaginando aqueles que a acompanhavam durante mto tempo.

    Mas no caso do seu blog, ele é realmente "Básico e Necessário"... não pare de escrever não!!! Adoramos acompanhá-lo! hehehe bjão e boa semana! :)

    ResponderExcluir
  9. Dahiane7:40 PM

    PS: As bailarinas são hiper fofas! Adorei! ;)

    ResponderExcluir
  10. CarlaZ8:37 PM

    Oi Helo, também sou uma das leitoras que vem sempre por aqui mas que não comenta.
    Agora já sou mais próxima por causa do twitter hehe
    Também lia o blog citado, também achei estranho o fim, mas o blog é dela né...
    Nos sentimos próximos sim dos autores dos blogs, ainda mais de quem se abre bastante, acho que ficaria triste se alguns blogs que leio acabasse, mas depois acostuma, novela nao acaba? Livro nao acaba?
    É uma pena, mas não tem como obrigar a autora a escrever então alguns leitores do blog ficam agressivos...

    Helo, não acaba com seu blog não! Nem com twitter!

    ResponderExcluir
  11. a gente acaba criando laços com certos blogs e qdo ele chega ao fim é como se uma amizade chegasse ao fim. é meio estranho ne? bjs!

    ResponderExcluir
  12. Eu concordo com a Milena: se um blog de moda, beleza ou decoração acabasse não me incomodaria / faria tanta falta quanto um blog pessoal, tipo o seu.
    Eu me sinto próxima, digamos assim, das blogueiras que acompanho, embora, como disse a Mariah, não seja algo recíproco já que eu quase nunca comento e vcs não me conhecem de verdade. É mesmo uma coisa de mão única...
    Mas respondendo à sua dúvida: eu sentiria, sim falta do Básico e Necessário, do que vc escreve e de 'vc' - pq não!

    Segue compartilhando com a gente!

    ResponderExcluir
  13. eu sentiria falta do seu blog.

    me sinto próxima dos autores de blogs que eu leio. acho que ia sentir falta se eles parassem de escrever.

    acho que consigo entender que ah, ok, a pessoa não quer mais escrever, mas acho que o sentimento seria de que um amigo decidiu sair da minha vida sem dar explicação.

    ResponderExcluir
  14. CarlaZ2:22 PM

    Viu quem voltou a blogar?

    ResponderExcluir
  15. Anônimo4:53 PM

    Por causa do seu blog, encontrei o dela, e agora ela voltou!

    ResponderExcluir
  16. Bom, eu sentiria falta de alguns blogs se eles terminassem, mas quer saber, ninguem tem direito de ficar cobrando da pessoa de ficar blogando, ou cobrar uma explicacao. A pessoa cansou, cansou e pronto, ela voltou e explicou que cansou de blogar, entao pronto, nao?

    Afe, eta gente que acha problema com tudo :-) Nao tenho saco pra isso nao, rs.

    bjs

    ResponderExcluir
  17. Encontrei teu blog hoje, devido ao projeto de 52 objetos sendo feito no casa de ideia. Por sinal, resolvi que vou fazer também!

    Sou brasileira, moro na Alemanha e tou adorando ler teu blog sobre morar em Londres. amo essa cidade de paixao. Se der pra ver meu blog uma hora dessas, me faria feliz. Se nao, eu entendo.

    Posto muito sobre meus gatos no blog, mas quero postar mais sobre uma das grandes paixoes da minha vida: decoracao (tou no macbook to meu marido e o teclado eh alemao, desculpa a falta de acentuacao)

    http://thecrazyragdollcatlady.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta