Educação

março 25, 2010 Helô Righetto 13 Comentários

Olha, faz tempo que eu queria escrever sobre a "educação" (entre aspas vocês já vão ler porque) inglesa, mas me dava preguiça. Até que li esse post que a Kate acabou de publicar lá no Londonices, que bate exatamente com o que eu acho de todo esse sorry, thanks, please e excuse me pra lá e pra cá.

Quando eu comecei a falar para as pessoas que eu iria morar em Londres, ouvia muito: nossa, você vai ver como eles são educados! Juro, ouvi isso de muita gente. Claro, a maioria tinha vindo a Londres como turista, o que depois descobri ser uma visão completamente diferente de um morador.

O negócio é que é tudo muito intrínseco na cultura deles, e tantas palavras educadas acabam perdendo o sentido no dia a dia. Uma esbarradinha no metrô ja gera um sorry, pra pedir uma cerveja no pub rola um please pelo menos umas 3 vezes. Mas sabe, quando o negócio é tão formal que perde o significado? Putz, difícil explicar em palavras, espero que eu não esteja sendo muito confusa.

A diferença, pra mim, é que as vezes é possível ser educado sem ser formal. Basta um sorriso, um tom de voz correto, o jeito que você move seu corpo. Por que, na maioria das vezes, a pessoa fala excuse me e nem olha na sua cara. Deixa eu dar um exemplo mais prático: há umas duas semanas encontrei a Nara para almoçar no pub, e enquanto ela estava comendo eu fui pedir mais um copo de Coca Cola. Eu estava super de bom humor, sorrindo, cheguei lá no balcão e pedi: can I have a coke? Claro que escrever aqui não é a mesa coisa de estar lá, mas confiem em mim quando digo que eu fui sim, muito educada. Não precisava de palavras, era a circunstância. Enfim, o atendente vira pra mim, com a maior cara fechada, grosso pra cacete, e fala: please?

Pois é, levei uma bronca dele porque esqueco do please, mas ele foi tão grosso, mas tão grosso, que eu fiquei super constrangida e comecei a falar automaticamente todas as palavras educadinhas com as quais eles estão acostumados. A educação foi-se, mas a formalidade ficou.

I know, I know, estou aqui e tenho que respeitar a maneira deles de ser, mas enfim... queria dividir meu momento mal educada.

13 comentários:

  1. Anônimo8:53 PM

    Eu concordo totalmente, e tinha exatamente a mesma sensação quando morava ai. Mas sabe que depois da minha experiencia espanhola, sinto falta até dessa educação fria e dos "sorrys e "excuse mes" meio forçados dos ingleses? É que aqui a educação passa longe, já seja na forma, na intenção, no modo de falar. A grosseria e falta de educação imperam... ah, mas pra eles os mal educados são os fanceses. Pode? rs, rs
    Beijos, sister

    ResponderExcluir
  2. Fácil falar com a boca um please, excuse me e förlåt (desculpa em sueco). Dificil é falar com o coração.
    Beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  3. Sua irmã falou dos franceses, mas tive uma experiência com um francês que foi "de lascar". E olha que eu fui super educada, estava falando em francês, com todos os com licença, por favor e obrigada. Acho que depende da pessoa tb... Mas entendo completamente essa visão de ser tão, tão que acaba perdendo o sentido... :)

    ResponderExcluir
  4. Te entendo completamente! Essas palavras são usadas tão comumente por aqui, que realmente parecem que perdem um pouco do seu verdadeiro significado e viram apenas simples palavras usadas pela força do hábito. Tb acho que nem todo "sorry" quer dizer desculpa e nem todo "please" é um por favor e acabaram virando palavras usadas apenas por força de linguagem, mas mesmo usando só por usar, se alguém não fala, eles não gostam, assim como vc deu o exemplo do bar. Só mais uma das muitas delícias da Inglaterra haha :)

    ResponderExcluir
  5. Helo, ia falar isso mesmo que a Gabi disse! Aqui, ninguém pede licença pra passar no onibus, por exemplo. A pessoa pergunta assim: "vai descer" e espera que você saia da frente. As vezes as palavras educadas servem pra gente nao ter que interpretar o tom de voz, que é outra coisa bem complicada. Ah, tem outra coisa. Tem gente que adora dar bronca! Tem que levar com bom-humor, sempre! Desculpa o comentario-post e beijos daqui.

    ResponderExcluir
  6. Helo, ia falar isso mesmo que a Gabi disse! Aqui, ninguém pede licença pra passar no onibus, por exemplo. A pessoa pergunta assim: "vai descer" e espera que você saia da frente. As vezes as palavras educadas servem pra gente nao ter que interpretar o tom de voz, que é outra coisa bem complicada. Ah, tem outra coisa. Tem gente que adora dar bronca! Tem que levar com bom-humor, sempre! Desculpa o comentario-post e beijos daqui.

    ResponderExcluir
  7. Sabe que nem ligo? Por mais que seja "artificial" e "sem coracao", um por favor, desculpa, obrigada vai muito bem.
    Mesmo que pra pessoa que fala as palavras nao tenham significado nenhum, pra pessoa que recebe isso pode fazer um mundo de diferenca.
    Tem coisa mais irritante que levar um encontrao de alguem na rua/metro e o outro nem pedir desculpas?
    Mesmo que seja um "sorry" bem vaizio, e a pessoa ateh tenha te dado um empurrao de proposito, mas vc nao sabe disso.
    Entao agora imagina o centro de Londres, 7 milhoes de pessoas pegando metro todas as manhas - se todo mundo que nao estivesse a fim de pedir desculpas por esbarroes resolvessem ficar de boca calada, jah imaginou o mau humor no fim do dia?!

    Mesma coisa com o carinha do Pub do seu exemplo. Pra vc o "Pleas/thanks" era desnecessario, pois vc estava feliz, sorrindo etc. mas sabe-se lah como foi o dia do cara. Quantos clientes mau humorados que nao deram gorjeta pra ele naquele dia.
    receber um "please/thanks" de uma cliente novinha e bonitinha e ainda sorrindo faria toda a diferenca do mundo no dia dela, mas porque vc nao o fez, ele jah ficou sentido! :-)

    Acho que estou me enrrolando na explicacao, mas saca meu ponto de vista?

    Por mais que o ato de "ser" educado nao seja verdadeiro, o ato de "receber" a educacao eh sempre bom! E em Londres esse sistema de "dar pra receber" dah muito certo!

    Bjs!
    See you sunday!

    ResponderExcluir
  8. eu entendo o que queres dizer, tambem ja passei por algo semelhante. mas e' realmente uma questao cultural e nao ha muito a fazer.
    Ainda na mesma linha das diferencas culturais o que me "chateia" mto sao as diferencas no sentido de humor/sensibilidades. Ja te aconteceu no meio de uma conversa dizer alguma coisa supostamente engracada e ter ZERO de reaccao da outra parte? A mim aconteceu (e acontece...pq eu insito) varias vezes e eu fico sempre com aquela sensacao de "idiot"... :)

    ResponderExcluir
  9. PatriciaUk10:32 AM

    Sim, as vezes enche o saco, principlamente porque tenho 2 meninos e tudo eh, yes pls mummy, no thank you mummy.... as vezes perto da minha sogra eles me pedem agua e a ela fala: como vc fala com a sua mae? ok pls mummy, may I get down mummy bla bla bla Tadinho, sao so criancas e eu tenhoa obrigacao de dar aguas a eles!! rsrsrs

    ResponderExcluir
  10. Anônimo2:45 PM

    Considerando que o dicionário define educação como aquilo que "visa à sua melhor integração individual e social", o que eles fazem por aí é mera formalidade!
    bjs
    Rê Senlle

    ResponderExcluir
  11. Sabe que nunca me encomodou? Acho que por que eu trabalho com o publico em maneira geral e tem gente muito grossa por ai e sempre que eu ouco um please e thank you faz toda a diferenca. Eu sentia isso nos EUA, as vezes o please e thank you passa longe e me deixava irritada ha, ha, ha (soh que eu nunca fui grossa com ninguem pedindo o tal do "please" ha, ha, ha Agora aqui em casa faco questao que a Victoria fale o por favor e o obrigada o tempo todo.

    ps- nao sei se vc jah pegou o trem na hora do rush de manha e se estava lotado, o meu eh lotacao, soh falta os carinhas surfando em cima e a porta aberta, e um desculpa sempre mmostra que o pessoal nao ta te dando esbarrao de proposito, mas eh a tal da situacao que esta fazendo com que eles te deem um esbarrao entao eles pedem desculpas. Nao sei se me expliquei certo aqui, mas prefiro educacao de mais do que de menos que nem em Paris.

    bjs

    ResponderExcluir
  12. Apesar de ler o blog, nunca comentei, mas quando vi post, nao me contive!! Eu super concordo. Eles usam tanto sorry, please, e tal, que nao tem mais sentido as palavras. Mas e' verdade, todo mundo acha que o povo daqui 'e super educado! Vai entender...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta