Exposição: Light Show na Hayward Gallery

março 21, 2013 Helô Righetto 2 Comentários

Eu tenho uma certa fixação por luz e iluminação, que começou quando eu era designer da Tok & Stok e entre outras coisas era responsável pela criação das luminárias. Desenhar uma luminária é diferente de desenhar qualquer outra peça de decoração, já que um belo produto pode não ser nada prático se o efeito de luz não sai como deveria.

Enfim, meus dias de designer ficaram pra trás mas a fascinação com a nossa relação com a luz continua. Então quando fiquei sabendo dessa exposição na Hayward Gallery, chamada Light Show, eu sabia que precisava visitar!

Estava adiando a visita há semanas, mas hoje as coisas estavam mais tranquilas no escritório então consegui sair mais cedo e lá fui eu, ver uma série de instalações luminosas num dos espaços mais legais da cidade.

Assim que entrei dei de cara com instalações lindíssimas, provocativas, mas qual não foi a minha decepção quando descobri que era proibido fotografar. Fiquei puta da vida, com o perdão da palavra: como é que uma galeria que aposta em experimentação artística e sempre monta exposições com apelo visual maravilhoso proíbe as pessoas de fotografar? Tão "pra frentex" por um lado e por outro esse fail enorme. Fica aqui meu protesto pessoal - queria muito ter tirado mais fotos (sim, tirei algumas na surdina) pra compartilhar no Instagram e postar aqui, a ocasião era super propícia e tenho certeza de que muita gente se animaria a ir ao vê-las.

São pouco mais de 20 peças/instalacões, algumas sensacionais outras nem tanto. Mas as boas justificam a visita, como a de Olafur Eliasson que apesar de ter me deixado um pouco tonta e com vontade de vomitar (é uma sala escura que tem umas fontes de água, com luz estroboscópica piscando incessantemente), cumpre o que diz: estimula as sensações.

Outra que gostei muito, acho que foi minha preferida, foi a de Conrad Shawcross, que colocou uma fonte de luz móvel dentro de uma espécie de gaiola, fazendo sombra nas quatro paredes ao redor - a sombra vai se mexendo e você tem a sensação de que a sala toda está se mexendo, é muito, muito legal! Fiz um videozinho criminoso, mas ele não faz jus a instalação:

video

O Light Show está fazendo o maior sucesso, em plena quinta feira a tarde estava até que cheia, então aconselho a comprar seu ingresso (£11) antes pelo site, melhor garantir. Vai até o dia 28 de abril e sim, é imperdível!

Abaixo, duas fotos que postei no Instagram e o vídeo que está no site da Hayward, um ótimo preview.




2 comentários:

  1. Fiquei super curiosa com as fotos que vc postou no insta, doida pra saber onde era isso, hahaha... essa semana vou la conferir, minha ultima semana aqui em Londres, tenho que aproveitar ao maximo ;)

    ResponderExcluir
  2. Essa do Olafur Eliasson tem em Inhotim, eu tb fiquei super mareada e foi bem incômodo, mas achei incrível!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta