O Pêndulo de Focault

dezembro 13, 2010 Helô Righetto 2 Comentários

Nós no Panthéon, com a Torre beeeeeeeem lá no fundo


Então que, como eu disse no post anterior, o ponto alto da nossa visita a Paris dessa vez foi o tal do pêndulo. Como meu pai está lendo o livro do Umberto Eco, "O Pêndulo de Focault", e a réplica do experimento original do querido Focault (físico que já deu nome até pra cratera na lua, morreu em 1868) está dentro do Panthéon, que por sua vez fica pertinho dos prédios na universidade de Sorbonne, nos arredores do Quartier Latin.

Olha, a visita ao Panthéon já vale pelo prédio, que é obviamente maravilhoso. Suntuoso, imenso, cheio de história. Entre outras coisas, lá estão os restos mortais de pessoas assim "básicas" como Voltaire, Jean-Jacques Rousseau (alô aulas de história) e Emile Zola (quem ja leu Germinal aí hein? Tem que ler!!)
Mas vamos ao pêndulo. Esse pêndulo deu o que falar, e vou escrever aqui o que eu entendi sobre o experimento ok? Já lemos todas as informações disponíveis na internet e no livro do meu pai, mas né, eu sou uma pessoa de humanas, esse negócio de física pra mim é difícil demais e eu só passei nas provas colando muito.

Basicamente, o pêndulo é uma comprovação de que o planeta Terra gira. Ele fica lá, de um lado pro outro, mas aos poucos a direção dele vai sendo alterada. Dá pra ver na foto aí em cima esse círculo com os números? Por exemplo, quando a gente chegou no Panthéon o pêndulo estava batendo no 13, e antes de irmos embora ele já estava chegando no 14.
Só sei que o pêndulo provocou altas discussões entre nós, que devem ter feito o pobre Foucault rolar no caixão várias vezes. Ah, existem várias réplicas espalhadas pelo mundo, inclusive no Rio de Janeiro e em Buenos Aires. Alguém já foi ver?

Abaixo, umas fotinhos do prédio incrível do Panthéon. A entrada custa 8 euros.

Abaixo, uma super explicação científica do meu pai. Pra físico nenhum botar defeito. O homem sabe tudo do Pêndulo do Focault! Que orgulho!!!
video

2 comentários:

  1. Eu fui ao pantheón pra ver o tumulo da Marie Currie! E dps esse ano fiquei td felzi qd descobri que el visitou Aguas de Lindoia (fui lá pra um congresso).
    hahaha fofo seu pai, "ele tem alguma relação" hahaha tipo, nao entendi, mas adorei o livro e isso é o que importa rs tipo a gente catando as medalhas no chão de paris e dps um vira pro outro e pergunta: mas o que são essas medalhas msm? rs
    bjs,

    ResponderExcluir
  2. Anônimo12:28 PM

    Que fofa a explicacao de seu pai =)

    Ana Carla

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta