Centrinho de Albufeira

julho 10, 2010 Helô Righetto 1 Comentários

Passeamos no centrinho da cidade na terça feira a noite e também na quinta a noite. Não é necessário mais do que algumas horas para dar uma geral e andar pelas ruazinhas simpáticas, cheias de casinhas charmosas com suas placas de azulejo. Um prato cheio pra mim, que amo fotos de placas!
As lojas de artesanato são um caso a parte, minha mãe iria pirar. Muita cerâmica pintada a mão, foi difícil eu escolher o que levar pra casa!





Na primeira noite que estivemos lá as ruas e restaurantes estavam tomados por holandeses assistindo o jogo contra o Uruguai. Muitos, muitos! Só dava eu e o Martin torcendo para os hermanos!
Eu experimentei um dos pratos típicos, as almeijoas, tipo um parente do marisco. Tava bom viu?
E né, um camarãozinho pra acompanhar que não faz mal pra ninguém.

Acho que já falei, mas fomos de táxi do hotel e pagamos 6 euros cada viagem.

Ah, um pouquinho de história: o nome Albufeira vem das raízer Mouras do lugar, que era chamado de Al-Buhera pelos antigos habitantes vindos do norte da Africa. Esse nome significa "castelo sobre a areia", e remete a sua localização no topo do penhasco. As ruas em forma de labirinto também foram importantes para os Mouros defenderem-se, e assim Albufeira tornou-se um das últimas cidades a ser reconquistadas. Mas o lay out original da cidade foi completamente destruído no terremoto de 1755.

Realmente a vista lá do topo é demais:

Apesar de a pracinha principal pouco lembrar um vilarejo português, é sim possível achar lugares mais tranquilos, se você andar um pouco. Além disso, as praias fora do eixo do centro (como a que eu já mostrei aqui, a praia da Coelha) são lindas e a água é uma delícia!
Bom, na quarta feira nós fizemos um passeio turístico que foi de Albufeira até o ponto mais sudoeste da Europa Continental, o Cabo de São Vicente, que na Idade Média era conhecido como o fim do mundo. No próximo post!

Um comentário:

  1. e não é que as praias são lindas! aproveiteee!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta