Londres 2012: impressões, saudades e o depois

agosto 15, 2012 Helô Righetto 11 Comentários

Eu sei que eu falei no post anterior que a série "Londres 2012" tinha acabado. Mas a ressaca pós Olimpíadas ainda não está superada: o twitter anda muito mais calmo, as notícias de esportes já começaram a desaparecer e ninguém mais sabe por onde andam os atletas. Ou seja, eu preciso escrever pra conseguir lidar com essa carência!

3 Descalzis e 1 Righetto na arena do vôlei de praia
Londres também parece saudosa, e os londoners voltaram a ser...londoners! Não me levem a mal, mas a turma aqui é o melhor exemplo de "cada um no seu quadrado" e durante as 2 semanas dos jogos até esse comportamento estava diferente. Todo mundo mais sociável, sorridente, falante. E de um dia pro outro, pluft, a magia acabou.

No estádio de Wembley, assistindo a seleção feminina tomando uma surra do Team GB
Claro, temos ainda as Paralimpíadas pela frente, vamos ver como é. Eu e o Martin compramos ingresso pra ver uma modalidade lá no Parque Olímpico, depois conto aqui como foi.

O caos tão esperado no transporte público não aconteceu. Sim, o metrô teve uns problemas, mas nada teve a ver com as Olimpíadas ou a quantidade de pessoas. Todo mundo chegou ao seu destino, seja indo pro trabalho, pra casa, ou pra algum esporte nas tantas arenas olimpícas espalhadas por Londres. Os habitantes da cidade seguiram o conselho do prefeito e se programaram direitinho. O comércio sofreu um pouco nos primeiros dias, mas assim que a populacão percebeu que os jogos não eram sinônimo de fim dos tempos, tudo foi se ajeitando.

Vi muita gente que se dizia não estar nem aí para as Olimpíadas se empolgar na reta final e tentar desesperadamente conseguir ingressos. Ah, os ingressos.... Uma luta contra o pior website da história da internet (como sabiamente falou uma amiga) pra conseguir incluir nos nossos portfólios de espectadores olímpicos só mais uma competiçãozinha. Eu tentei todo dia, e todo dia levei uma surra do site.

A quantidade de assentos vazios nos estádios foi o grande (e único, acho eu) mico de Londres 2012. Até hoje ninguém explicou direito: se era de patrocinador, se era de imprensa, se era para as famílias dos atletas. Eles tentaram contornar o problema e na segunda semana não vimos mais tantos lugares vazios, mas ninguém engoliu essa história toda.

Os voluntários foram os grandes heróis: cerca de 70 mil pessoas doaram seu tempo, paciência e bom humor pra dar todo e qualquer tipo de informação. Pra qualquer canto que você olhava, lá estava um grupo com a famosa camiseta roxa e rosa.

Londres foi a primeira cidade a sediar os Jogos Olímpicos pela terceira vez na era moderna. Fico aqui de dedos cruzados para que ela seja a primeira a receber os jogos pela quarta vez!

Já guardei com o maior carinho os meus ingressos, o souvenir mais valioso que tenho desses dias - além dos posts aqui no blog, claro. Nos resta agora ver e rever as fotos, e esperar ansiosamente por 2016. Cariocas, aguardem: sediar as Olimpíadas é uma das experiências mais legais da vida!

11 comentários:

  1. E, claro, você vem curtir as Olimpíadas aqui com a gente, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manu! A princípio nao devo ir pro Rio 2016 nao! ir pro Brasil é muito, mas muito caro! ainda mais pra uma cidade onde nao tenho familia e nem amigos pra "alugar" hehehehe

      Excluir
  2. Este banzo pós-olimpíada é terrível, mesmo. Passei por isto, algumas vezes, e em nenhuma delas na cidade em que eu morava. Deve ser muito pior, no seu caso.

    Não sei se lhe serve de consolo, mas: very well done, London!

    ResponderExcluir
  3. Heloisa, tb estou sentindo falta das Olimpíadas. Assisti o que pude quando estava em casa e mesmo no trabalho dava uma escapadinha com a minha tv para não perder algum jogo, natação ou luta. Além disso, ter assistido um monte de matérias sobre Londres. Aí foi o centro do mundo nos últimos quinze dias. Imagino vc que vivenciou in loco toda a mágica das Olimpíadas. Pelo que li e vi, Londres fez uma belíssima Olimpíada! Fico feliz por adoro a cidade!

    ResponderExcluir
  4. Anônimo10:16 AM

    Oi Helo, voce seguiu @2012TicketAlert / @2012TicketAler2 no twitter? Foram criados independentemente e avisam quando novos ingressos estao disponiveis no site oficial. Agora tem o @2012ParaAlert para os Paralympics.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi! sim, claro! segui, cliquei, tentei.. vc nao tem nocao, fiz de tudo! mas infelizmente nao deu! quer dizer, consegui ver varias coisas q eu ja tinha comprado ha tempos, mas durante as olimpiadas nao consegui mais nada!

      Excluir
    2. Anônimo11:58 AM

      Sim, foi dificil mesmo - eu tambem consegui a maioria antes. Umas 2 semanas antes de comecar ainda estava facil, mas durante os jogos foi tarefa impossivel! Por incrivel que pareca consegui a final de volley feminino Brasil 1 dia antes, categoria D, esforco recompensado! :)

      Excluir
  5. Ai Helô, sabe, eu nem tava tão empolgada assim com as Olimpíadas... tanto é que tentei comprar só dois eventos no começo e depois nem tentei mais... mas vou falar que essas duas últimas semanas foram realmente mágicas! Essa semana pós-olimpíada tá sendo muito, muito chata!! E o clima na cidade realmente mudou mesmo, como vc falou. O pessoal voltou pro seu quadrado! haha
    Bom, agora é ver como vai ser no Brasil! Pela amostra na cerimônia de encerramento, vai ser fantástico tb!!

    ResponderExcluir
  6. Adorei acompanhar sua transmissao ao vivo, a cores, no blog e no tuiter (so' nao comentei muito porque nao consegui).
    Eu achei tudo muito legal, muito organizado e muito lindo.
    Agora que venham os ParaOlimpicos.
    Abracos e estou torcendo para que o Brasil se beneficie e muito com a Copa e depois com as Olimpiadas (eu nao sabia mas sera' a primeira vez que um pais da America Latina sediara' as Olimpiadas> uau!).
    Gra'

    ResponderExcluir
  7. Adorei essa de "pior site da história". Realmente, sofri muito naquele site também, eu e minha esposa, todos os dias. Mas tivemos uma recompensa...conseguimos comprar tickets para assistir Brasil vs EUA no vôlei masculino. E o melhor, eram lugares da "família olímpica", ou seja, primeiríssimos na fila. Vimos o Bernardinho esgoelar e chorar há poucos metros de distância. Algo que ele fez muito, aliás, pois justamente naquele jogo o Brasil perdeu...
    Já tínhamos alguns tickets comprados ano passado, mas eram láá longe...
    Mas, para mim, o mais emocionante foi ter assistido a Daiane dos Santos em, provavelmente, sua última apresentação no solo em Olimpíada...sim, eu estava lá...lucky me!

    ResponderExcluir
  8. Adorei este post, Helo. Compartilho muitos dos sentimentos / sensacoes / opinoes :) bjs

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! E caso faça uma pergunta, volte para ver a resposta